Brasil, o gigante adormecido, lembra as viagens de Gulliver

Brasil, o gigante adormecido

Gulliver acordou em uma praia depois de naufragar, amarrado por pequenas pessoas que o imobilizaram completamente.

 

Hoje vi esta imagem de Gulliver, que mostra o viajante Gulliver amarrado por pequenas pessoas.  É a capa de uma versão em áudio de As Viagens de Gulliver, de Jonathan Swift publicado na Irlanda em 1726. O livro é uma sátira à condição humana e se tornou um sucesso.

Logo em sua primeira viagem, Gulliver escapa de um naufrágio e vai dar na praia, onde se vê prisioneiro de pessoas pequenas, com altura de uns 15 centímetros. Eram os habitantes da ilha, que era o país chamado Lilliput.

Depois de dar demonstrações de bom comportamento, Gulliver consegue ser aceito na ilha e até se torna amigo da realeza. Consegue também a permissão de andar pela cidade, desde que seja cuidadoso e não estrague as coisas. A história prossegue interessantíssima.

Corta para 1968, cena de um filme de Rogério Sganzerla. Um grandalhão ronca no sofá, a TV ligada.

Daí alguém e cutuca o gigante adormecido:

— Acorda, Brasil! Acorda, Brasil!

Vocês sabem do que estou falando. O Brasil não é preguiçoso, só está amarrado.

Outrolado_

. . .

O outro lado do avesso

 

Quero abrir um site mas não sei se devo

 

 

Vicente Tardin é editor, jornalista, gestor de conteúdo e consultor para projetos online. Foi o criador dos sites WebWorld (1997) e Webinsider (2000).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *